Higiene gatos: quais as tarefas de um tutor de bichanos?

Os felinos são conhecidos por seus hábitos de autolimpeza. Mas isso não significa que os tutores não devem estar atentos à higiene dos gatos. Alguns cuidados são essenciais para o bem-estar dos bichanos. Justamente por seu jeito limpinho, precisamos oferecer um ambiente organizado para que os bigodudos se sintam confortáveis. A seguir, esclarecemos algumas das dúvidas mais comuns em relação à higiene dos gatos.

Gato toma banho?

Os banhos de gato são famosos, mas, será que as lambidas são realmente eficientes? O Dr. Igor Nemtzoff, médico-veterinário da Petz, explica que este processo é mais complexo do que parece. De acordo com o especialista, as lambidas dos gatos costumam ser mais que suficientes para manter os felinos limpinhos. No entanto, pode haver indicação para banhos ocasionais em alguns casos.

É recomendado buscar um centro de estética para pets quando o bichano está muito sujo, ou quando não consegue cuidar da própria higiene, como é o caso de alguns gatos mais velhos. Para quem quer tornar o banho uma atividade rotineira, a dica é começar ainda filhote. Assim, os gatos se acostumam com a água, e as duchas serão mais prazerosas no futuro.

Higiene bucal: não se esqueça dela!

Se os gatos são autossuficientes quando o assunto é banho, não podemos dizer o mesmo sobre higiene bucal. Escovar os dentes dos bichanos é um processo necessário para evitar doenças, infecções e o temido mau hálito.

De acordo com o Dr. Igor, esta prática deve ser realizada diariamente ou, no máximo, 1 vez a cada dois dias. Para isso, devemos utilizar uma escova de dentes para pets, encontrada em lojas especializadas. A atividade pode não ser muito fácil no começo, mas é justamente a rotina que irá deixar o bichano mais confortável. A dica é abordar seu peludo em um momento tranquilo e misturar a escovação com carícias e cafunés. Se a higiene bucal se tornar um momento prazeroso, será muito mais fácil cuidar do seu bichano.

Cuidados com a caixa de areia

Ao contrário dos cachorros, que precisam ser treinados para fazer suas necessidades no jardim ou tapete higiênico, muitos gatos parecem procurar instintivamente a bandeja sanitária para defecar ou urinar. Isso ocorre pois a areia é uma parte fundamental da sequência comportamental de eliminação dos felinos, servindo para ocultar seus dejetos a fim de que não sejam descobertos por suas presas e predadores.

Mas não é verdade que todos os gatos irão fazer suas necessidades no local esperado. Para que isso ocorra, o tutor deve fazer sua parte.

Em primeiro lugar, escolha uma caixa grande, na qual o bichano consiga se movimentar com tranquilidade. Idealmente, a caixa deve ter 1,5x o tamanho do indivíduo. Também é importante que ela seja colocada em local privativo e seguro, longe de ruídos.

Quanto à escolha do substrato, areias finas são as mais indicadas e as preferidas dos bichanos. Esta deve ser limpa diariamente, mais de uma vez por dia, com a remoção total de fezes e urina. Já a caixa de areia em si pode ser lavada a cada duas semanas.

Graças às características dos bichanos, estes pets têm crescido em popularidade. Seus hábitos de higiene combinam perfeitamente com o estilo de vida corrido das grandes cidades. Mas não se esqueça que os bichanos também precisam de cuidados no quesito higiene. Em caso de dúvidas, consulte sempre um veterinário de sua confiança. O especialista saberá orientar em relação aos cuidados com seu filho de quatro patas!

Comportamento
Quando conhecemos mais sobre o comportamento de...
Ler sobre...
Medicina Preventiva
Manter seu pet sempre limpinho é um dos pontos importantes...
Ler sobre...